Arquivos do Blog

PSDB e PPS pedem que Lula seja investigado pela PGR

Filipe Matoso

O PSDB e o PPS protocolaram nesta terça-feira (6) na Procuradoria Geral da República uma representação contra o ex-presidente Lula para que seja investigado um suposto envolvimento dele com o esquema do mensalão.

De acordo com o PPS, o Ministério Público deveria oferecer uma denúncia junto ao Supremo Tribunal Federal. “O PPS alega que a teoria do domínio do fato, ou seja, da ciência do ocorrido, que foi aplicada na condenação do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, também poderia ser adotada no caso de Lula, que era o maior beneficiário do esquema”, diz o partido em nota.

A representação do PPS foi feita com base em uma reportagem da revista “Veja”. De acordo com a publicação, Marcos Valério teria declarado ao MP que foi chamado a conseguir dinheiro para resolver um caso de chantagem contra o ex-presidente Lula e o então chefe de gabinete dele, Gilberto Carvalho.

O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência já falou sobre o assunto e negou as acusações.

Até a próxima!

Situação tensa no PPS do Distrito Federal

Filipe Matoso

Mais uma desfiliação. Dessa vez, o secretário-adjunto de Justiça do DF, Jefferson Ribeiro, pediu o desligamento do PPS. Ele é mais um a anunciar a saída após a decisão, anunciada em 16 de maio, da executiva nacional do partido, de intervenção na legenda no Distrito Federal.

Para o presidente nacional do PPS, deputado federal Roberto Freire, as denúncias de que o governador Agnelo Queiroz teria um suposto envolvimento com o grupo do bicheiro Carlinhos Cachoeira deixaram a legenda sem condições de apoiar o governo e o PT.

Agnelo já negou em diversas oportunidades e diz ser “vítima” do grupo do contraventor.

A decisão, segundo Freire, não tem ‘nada a ver’ com o fato de o PPS fazer oposição ao governo Dilma. Na Câmara Legislativa do DF, o partido conta com duas cadeiras e já disse que se os distritais também pedirem a desfiliação, a legenda vai reivindicar as vagas. Os parlamentares pertenciam à base aliada ao governo e a orientação é que passem a fazer oposição.

Segundo o presidente do PPS-DF, Aldo Pinheiro, os distritais poderão votar de forma “independente”. “Não seremos oposição ferrenha ao governo. Espera-se que eles [Cláudio Abrantes e Luzia de Paula] cumpram a determinação da Executiva Nacional, claro. Vamos sentar e conversar com eles para acertar um posicionamento. A princípio, eles têm de se afastar da base, mas isso não quer dizer que eles serão sempre oposição”, afirmou Pinheiro ao “G1″.

O secretário de Justiça, Alírio Neto, também anunciou a saída do partido. A direção nacional do PPS mandou, em 11 de maio, que todos os membros da legenda pedissem exoneração do governo Agnelo.

Interlocutores da Secretaria de Justiça afirmam que cerca de mil dos dois mil filiados devem deixar o partido por não concordar com a intervenção nacional.

Até a próxima!

Oposição ironiza leilões de aeroportos promovidos pelo governo federal

Uma placa chegou a ser colocada no aeroporto de Brasília para “comemorar” a privatização

Filipe Matoso

Alguns líderes dos principais partidos de oposição ao Governo Dilma fizeram um ato no Aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília, para “comemorar” a privatização dos aeroportos brasileiros, que aconteceu no mês passado, quando as ofertas vencedoras somaram R$ 24,5 bilhões.

Ao “G1 Política”, o líder do DEM na Câmara, Antonio Carlos Magalhães Neto, afirmou que a privatização “abre portas para uma série de outras privatizações que o governo vai continuar fazendo. (…) Isso joga por terra todo o discurso do PT do passado, que demonizou privatização e quis desgastar a oposição por anos”, disse.

Placa colocada em uma das pilastras do aeroporto/ foto: Natália Godoy/G1

Já o líder do PPS na Câmara, deputado Rubens Bueno, disse que o ato foi uma manifestação da oposição com o discurso do PT. “É uma manifestação que demonstra preocupação com a entrega de aeroportos de melhor valor econômico à iniciativa privada. Isso vai acarretar custos adicionais aos usuários de todo o Brasil”, afirmou o líder do PPS ao “G1″.

De acordo com uma reportagem publicada pelo jornal “O Estado de S. Paulo”, o gabinete da liderança do PT no Senado lançou no mês passado uma cartilha explicando o “modelo petista” de concessão. O título da cartilha é “Por que concessão para exploração não é o mesmo que privatização”.

Ainda segundo o “Estadão”, o PT afirma na cartilha que “a privatização vende os bens da empresa estatal, o patrimônio público, e transfere a exploração da atividade econômica dessa estatal para o capital privado”.

Bem, vamos lá. O PT sempre criticou as privatizações feitas pelo PSDB. Isso não há como negar. Nem tem como negarmos também que os aeroportos foram, sim, privatizados, pelo menos em parte, pois a Infraero continua a comandar até 49% do capital.

O nome, seja concessão ou privatização, não muda a ação. O governo, seja ele comandado por quem for, deve reconhecer quando não administra algum setor da maneira correta, certo?

Portanto, a atitude de privatizar os aeroportos é boa, sim, pois os serviços prestados em muitas cidades é ruim. Filas longas e mau atendimento podem ser observados todos os dias.

O que esperamos é a melhora na prestação de serviços aos usuários destes aeroportos. Independente dos discursos político-partidários, a privatização é válida em alguns casos. O que o governo não pode fazer é entregar uma empresa pública à iniciativa privada “de graça”.

Lula é internado em SP com infeccção Pulmonar

O ex-presidente Lula foi internado durante a tarde deste domingo (4) no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, segundo o “G1 Política”, com febre. Após  a avaliação médica, foi constatado que Lula está com infecção pulmonar leve. O tratamento será feito com antibióticos e ele deve ficar internado nos próximos dias, de acordo com o hospital. Ainda não há previsão de alta.

Até a próxima!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.