Arquivos do Blog

2º Encontro de Blogueiros Progressistas – Parte 3 – PNBL

Programa do Governo Federal lançado em 2010 é um primeiro passo para inclusão digital

Filipe Matoso

Você deve estar se perguntando “por que o Blog do Filipe está falando de novo desse encontro de blogueiros?” Bem, deixamos por último um dos principais temas debatidos: o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL). O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, também participou do encontro, falou sobre o programa e o blog conferiu.

Na ocasião, Bernardo falou sobre um novo Marco Regulatório da Imprensa (assunto que será abordado aqui posteriormente), investimentos do ministério na área de Comunicação e abordou também o novo acordo de preço/velocidade para o PNBL.

Deixamos para falar sobre o plano por agora, pois o programa foi lançado em 2010, mas na última semana novidades foram anunciadas em Brasília. Para resumir, focaremos no preço de R$ 35 a ser cobrado por mês e na velocidade de 1 Megabyte.

Certamente, pessoas que estão por dentro de assuntos relacionados à internet consideram a velocidade baixa. Atualmente, há empresas que chegam a oferecer 100 Megabytes para o usuário. Sem dúvida, 1 Mega não é a velocidade dos sonhos, como postamos no Twitter. No entanto, o cidadão que não tinha acesso a internet, passa a poder se conectar e adquirir mais informações.

A tendência é que a internet alcance cada vez mais os lares brasileiros

De acordo com o ministro Paulo Bernardo, há uma pesquisa na qual 70% das pessoas questionadas disseram não ter internet por causa do preço. Portanto, estes cidadãos poderão comprar um pacote e pagar R$ 35 por mês.

Como o PNBL é um assunto que envolve muitos aspectos técnicos e o blog não tem conhecimento suficiente para opinar, deixaremos nossa posição sobre o caso: bem, a velocidade ainda não é a ideal e precisa ser aumentada (gradativamente) para que o acesso seja melhor. No entanto, não há como deixar de lado o fato de que esse é um grande passo rumo à inclusão digital.

Pessoas poderão ter acesso à informação e quanto mais brasileiros puderem se conectar à internet e ler matérias em vários sites e blogs, melhor. O valor de R$ 35 é razoável e milhões de pessoas têm condição para pagar. Segundo o Ministério das Comunicações (MC), a cobrança será de R$ 29 onde o governo estadual abrir mão da cobrança do imposto ICMS.

Portanto, há o que se melhorar no plano, mas certamente foi dado um primeiro passo e a tendência é que a velocidade aumente e o PNBL se torne melhor. Além disso, a projeção do ministério é de que em 2014 a velocidade chegue a 5 Mega.

Todas as informações técnicas sobre o PNBL podem ser retiradas no portal do Ministério das Comunicações, www.mc.gov.br .

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.